quarta-feira, 1 de março de 2017

Suspiro Insano



Estou me recuperando aos poucos, já me
encontro bem melhor do que mês passado, ou retrasado...Desde que tudo se desfez.
Porém um fato que todos sabem a meu respeito, não sei disfarçar saudade.
E ontem durante a viagem bate e volta que fiz, vi o quão presente ela estava.
Foi um longo caminho de ida, e na volta me doeu mais ainda.

Ali dentro do carro, vi outros milhares de carros passar, talvez isso soe meio como irônico mas a maioria deles eram iguais ao seu.
E então eu comecei a lembrar o quanto já foi vivido naquele pequeno espaço.
Dos beijos, dos abraços, das risadas, das conversas, das surpresas, dos caminhos que percorremos. Tudo.
Tentei fechar os olhos e imaginar um mundo aonde nada daquilo tivesse acontecido. Um instante em que eu tivesse sido feliz de outra forma (e você também).
Porque convenhamos, existem milhares de possibilidades não é mesmo.
No momento em que comecei a pensar nelas, meu coração doeu por perceber que poderia realmente acontecer.
Eu poderia não ter te conhecido, e vice versa. Ou talvez, tudo tenha tomando rumos diferentes pra chegar no mesmo fim.
Toda vez que tenho esses devaneios solto um suspiro. Por hora é alívio, ou tristeza, medo. Pode ser várias coisas.

Eu não faço a menor ideia do que se passa na sua cabeça, se pensa na gente ou não, se tem saudades ou não.
Só sei que inúmeras vezes antes de dormir, já desejei que tudo aquilo nunca tivesse acontecido, mas isso era porque a dor da perda era recente, dura e fria. Não fazia sentido - vou mentir não, ainda não faz- tudo isso ter acabado. Pelo menos pra minha pessoa não tem nexo nenhum.
Mas você fez uma escolha né, uma escolha por nós dois. Eu tentei contestar - embora você diga que não- mas era um ultimato. Eu só estou aprendendo a aceitar.

Seja feliz sem depender dos outros OK? Tudo oque você precisa está aí dentro de você. As pessoas ao seu redor apenas complementam, nunca se esqueça disso.
Caso queira conversar, já sabe aonde me encontrar. Não me mudei, nem troquei o celular. É só chamar.
Se cuida.